Poeta.

15 abr

Gosto de ouvir falar o poeta. Gosto da magia e do encantamento que vai tomando conta de meus pensamentos enquanto fala. Parece-me sempre cheio de razão, não há de minha parte julgamento negativo. Somente o ouço! Vou-me como pássaro transportando minh’alma, peito apertado e não há tristeza ou melancolia, somente emoção ecoando, então lágrimas vêm… Vou sendo arrastada pela sensação de bem estar, de benquerer (não esse da nova ortografia), mas aquele bem-querer vagaroso, que te deixa mole, que te lança o olhar no fundo do olho do outro em agradecimento por fazer teu outro “eu” – aquele inconsciente que o professor te mostrou em poucas palavras -, sair de ti, arrebatar-te de contentamento e prazer.

Muitos poetas me deixam assim. Poetas famosos, reconhecidos, poetas anônimos e poetas amigos; os que conheci por caminhos saraus, caminhos da vida.

Gosto, gosto sim de ler seus escritos e encontrar um tanto de mim!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: