Rua das crianças, número 13

26 jan

Minha rua toda era de pedrinhas

não aquela que mandaram ladrilhar

não tinha brilhantes

tinha muito amor a passar

da casa de número treze

Dona Diquinha vinha

sempre espreitar

mas a criançada arteira

havia de escapar

daqueles tempos de menina

cada canto de minha rua

parecia feito para brincar

pique esconde, bandeirinha

era a maior correria

tanto tempo se passou

o Beto a Nini  

os outros peraltas do beco que fim deu?

onde foi que se meteu?

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: