Tag Archives: amor

Vinícius muito me emociona, mas este poema é especialmente significante!

19 set

Ausência

Eu deixarei que morra em mim o desejo de amar os teus olhos que são doces.
Porque nada te poderei dar senão a mágoa de me veres eternamente exausto.
No entanto a tua presença é qualquer coisa como a luz e a vida
E eu sinto que em meu gesto existe o teu gesto e em minha voz a tua voz.
Não te quero ter porque em meu ser tudo estaria terminado.
Quero só que surjas em mim como a fé nos desesperados
Para que eu possa levar uma gota de orvalho nesta terra amaldiçoada.
Que ficou sobre a minha carne como nódoa do passado.
Eu deixarei… tu irás e encostarás a tua face em outra face.
Teus dedos enlaçarão outros dedos e tu desabrocharás para a madrugada.
Mas tu não saberás que quem te colheu fui eu, porque eu fui o grande íntimo da noite.
Porque eu encostei minha face na face da noite e ouvi a tua fala amorosa.
Porque meus dedos enlaçaram os dedos da névoa suspensos no espaço.
E eu trouxe até mim a misteriosa essência do teu abandono desordenado.
Eu ficarei só como os veleiros nos pontos silenciosos.
Mas eu te possuirei como ninguém porque poderei partir.
E todas as lamentações do mar, do vento, do céu, das aves, das estrelas.
Serão a tua voz presente, a tua voz ausente, a tua voz serenizada.

Vinícius de Moraes.

Anúncios

Sonetos Para Amar o Amor.

4 set

Ditoso seja aquele que somente se queixa de amorosas esquivanças;
Pois por elas não perde as esperanças de poder nalgum tempo ser contente.

Amor é fogo que arde sem se ver;
É ferida que dói e não se sente;
É um contentamento descontente;
É dor que desatina sem doer;

É um não querer mais que bem querer;
É solitário andar por entre a gente;
É um não contentar-se de contente;
É cuidar que se ganha em se perder;

É um estar-se preso por vontade;
É servir a quem vence o vencedor;
É um ter com quem nos mata a lealdade.

Mas como causar pode o se favor
Nos mortais corações conformidade,
Sendo a si tão contrário o mesmo amor?

Luís Vaz de Camões.

Te Conto – Introdução

11 ago
Talvez eu não tenha lançado meu coração pra você conseguir enxergá-lo com o fervor que os apaixonados esperam.
Talvez um dia te conte o percurso dessa paixão desenfreada e ria junto contigo do quão distante isto tudo possa estar, ou quem sabe, ainda que possa parecer tola, eu amasse este folhetim – para não parecer cópia barata – e comece a rabiscar uma história de amor com um final feliz.

Verossímil

30 jun

Amor com amor se apaga, disse o poeta!

Vais levando a leviandade do não mais querer

Postergando os insultos,

De um instante, da secura das meias palavras.

Vais levando, levando pru’m dado momento do esfriamento,

E cega, vão-se as lembranças, as boas lembranças,

Apagando os antigos anseios, a euforia do estar

E a loucura do ficar.

O poeta reinventa-se e diz que amor com amor se paga,

Então volta tudo outra vez:

A alegria de encontrar!

O Amor Não se Irrita Facilmente

27 jan

Melhor é o Homem paciente do que guerreiro, mais vale controlar o seu espírito do que conquistar uma cidade. – Provérbios 16:32

No Amor

22 jan

Amor fácil
De pequenas coisas
De poucas palavras
Amor de cama
De cara limpa
Amor sutil
Sem medos
Sem danos
Cumprir predicados
Aliados a generosas
Atitudes
Casquinhas de ciúmes
Sem enlouquecer
Não perdendo a
A principal essência:
O amor.

Que Machuca a Alma.

12 jul
Li que o tempo foge e sempre leva a gente.
Não sei de que tempo estão falando, mas sei que o tempo tudo cura. Os lamentos, as cicatrizes que a dor de amar sem ser amado deixa e que parece ser pra sempre. Como já disse o poeta o pra sempre sempre acaba.
Não sei se é justo dizer que amar sempre vale a pena e que a dor de amar não envelhece esse sentimento tão cantado em versos.
Sofrer por alguém que não te quer mais. O desprezo muito fatalmente transformará aquilo de bonito e puro em algo pequeno e mórbido, desprezível.
Que sinceridade haverá em palavras repetidas de te amo mais não te quero mais. Que história hipócrita de que não quero te fazer sofrer, já fazendo, sabendo que o fez.
As favas com palavras doces. Melhor a dureza das palavras. Assim nada restará. Nem vontades, nem sonhos.
%d blogueiros gostam disto: