Tag Archives: versos

Sonetos Para Amar o Amor.

4 set

Ditoso seja aquele que somente se queixa de amorosas esquivanças;
Pois por elas não perde as esperanças de poder nalgum tempo ser contente.

Amor é fogo que arde sem se ver;
É ferida que dói e não se sente;
É um contentamento descontente;
É dor que desatina sem doer;

É um não querer mais que bem querer;
É solitário andar por entre a gente;
É um não contentar-se de contente;
É cuidar que se ganha em se perder;

É um estar-se preso por vontade;
É servir a quem vence o vencedor;
É um ter com quem nos mata a lealdade.

Mas como causar pode o se favor
Nos mortais corações conformidade,
Sendo a si tão contrário o mesmo amor?

Luís Vaz de Camões.

Anúncios

Rotineiro

30 jun

No intervalo entre ir e vir

O que haverá na linha do tempo?

Ponte, pensamento

Mar de pessoas

Voz, barulho ensurdecedor

Palavras cruzadas

O certo

O errado

O caminho

O entorno

A resposta de tuas montanhas

Brancas nuvens entre elas

Gaivotas solam um dó em pouso manso

em tua Baia

E a dávida de viver aqui

Um findo instante.

Ídolo

28 ago

Gosto de teus versos
Intelectuais, cheios de verdades
E por vezes, tolos
Perdoa!


Gosto do teor da complexidade
Que eles provocam
Talvez por vir de ti


Não ligo pra’s questões
De persona famosa
Mas das palavras
Que sinto de tua aura
Verdadeiras
Vindas do fundo do âmago
E que me parecem notórias


Gosto, gosto mesmo
Mesmo que eu não tenha
Nada a ver com isso
Sem querer ser pretensiosa

%d blogueiros gostam disto: